Tela com símbolos de tecnologia e palavra Outsourcing centralizada

Outsourcing ou terceirização: qual é a opção ideal?

Com o avanço da transformação digital, um novo conceito ganha força e destaque: o Outsourcing.

Provavelmente você já terceirizou algum serviço ou quem sabe pensou na possibilidade de efetuar tal. A familiaridade com o termo “terceirização” já faz parte do mercado, independente do segmento, e tem como foco a redução de custos.

O fato é que com o tempo, a escolha de parceiros para executarem tarefas complementares para as organizações se tornou completamente normal, e até mesmo vital para algumas empresas.

Nesse artigo vamos desmistificar o Outsourcing, mostrar as diferenças entre ele e um modelo de terceirização e além disso mostrar os motivos para você considerar a contratação desse tipo de serviço para a sua empresa.

Mas para entrarmos nesse detalhe, precisaremos antes explicar mais sobre o Outsourcing.

O que é Outsourcing?

O termo que ganhou visibilidade e força por se fazer presente na expansão de startups, quando separado, tem como significado “fonte de fora”. Somente com isso já podemos ter uma noção do que se diz respeito, mas o conceito vai muito além da simples definição.

O Outsourcing é um serviço em que empresas contratam parceiros especializados para gerenciar estrategicamente determinadas áreas de um negócio.  Na maioria das vezes, essas contratações ocorrem para a execução de atividades relacionadas à administração, TI, financeiro e até mesmo Marketing.

Além disso, focando em empresas ou pessoas altamente especializadas, a contratação tem como objetivo gerar uma maior lucratividade para o contratante e, principalmente, gerar valores estruturais para o negócio. 

No entanto, os benefícios do Outsourcing não se limitam ao lucro gerado. Confira:

  • Redução de gastos com aquisição de equipamentos, manutenção e suporte;
  • Maior previsibilidade de resultados;
  • Obtenção assertiva das melhores tecnologias do mercado;
  • Acesso à informações e suporte em tempo hábil;
  • Otimização de entregas e prazos.

Apesar da lista ser longa, os itens mencionados já são o suficiente para gerar interesse nos empreendedores e, por isso, o Outsourcing tem sido cada vez mais procurado no mercado.

Qual a diferença entre Outsourcing x Terceirização

Apesar de terem o mesmo foco quando incorporados – a redução de custos – os processos funcionam de forma distinta. Enquanto o terceirizado apenas executa tarefas de uma determinada área, o serviço de Outsourcing, que também cumpre com uma lista de atividades, tem como objetivo implantar soluções estratégicas e direcionadas para a empresa.

Por exemplo, quando olhamos para o ambiente de TI, ao adquirir um serviço de Outsourcing, a empresa contratada realizará um levantamento, coletando todas as informações e diagnosticando de forma assertiva quais decisões tomar para melhoraria da área.

Por outro lado, caso o foco desse ambiente seja apenas a terceirização, deverá escolher uma empresa apenas para representá-la na execução de tarefas. Ou seja, não será obrigatório a análise e formulação de novas estratégias.

Bom, conseguimos evidenciar a diferença entre ambos?

É importante lembrar que, independentemente de qual seja a sua escolha, primeiramente, é preciso levar em consideração o histórico da empresa a ser contratada.

Além disso, não deixe de avaliar qual o custo-benefício de optar por terceirizar ou contratar o serviço de Outsourcing. 

No entanto, pense em longo prazo e considere sempre o retorno que cada um irá gerar para o seu negócio.

A área de TI é sempre alvo de Outsourcing.
Para que você e a sua empresa fique por dentro das principais tendências, confira as os principais modelos de terceirização realizados no mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *